Bancos Arrecadadores de GNRE

Descobrir os bancos arrecadadores de GNRE é uma rotina sempre presente nas empresas brasileiras. Além de gerar corretamente a Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais, é preciso saber a forma correta de realizar o seu pagamento para manter o compliance fiscal.

O sistema tributário brasileiro já é bastante complexo, certo? Essas pequenas preocupações que surgem ao longo do processo tornam as rotinas do departamento tributárias ainda mais lentas e ineficientes – afinal, é preciso garantir que a organização tenha conta nos bancos corretos para fazer o recolhimento dentro do prazo.

Portanto, conhecer os bancos arrecadadores de GNRE com antecedência é uma forma de se antecipar ao cumprimento dessa obrigação. Confira neste artigo como você pode pagar suas guias corretamente.

O que é a GNRE?

A Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais (GNRE) é o documento utilizado para fazer o recolhimento de tributos devidos pelos contribuintes nas operações de vendas interestaduais – tanto em operações sujeitas à substituição tributária quanto para recolher outros impostos devidos a outra unidade da federação (DIFAL).

Portanto, as empresas que precisam emitir a GNRE são aquelas que efetuam a venda de mercadorias com destino a outros estados ou prestações de serviços de transporte interestadual.

Trata-se e um documento que foi instituído pelo art. 88 do Convênio Sinief no 6/1989:

Fica instituída a Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais On-Line – GNRE On-Line, modelo 28, que será utilizada para recolhimento de tributos devidos a unidade federada diversa da do domicílio do contribuinte.

O grande objetivo da GNRE é permitir o recolhimento de tributos nos Estados de destino com mais facilidade – tornando o processo claro e diminuindo a burocracia.

EC87 e a GNRE

Uma das finalidades da GNRE é tornar mais justa a comercialização de produtos entre os estados que possuem diferença na alíquota do ICMS. Para colocar isso em prática, entrou em vigor uma mudança significativa em janeiro de 2016.

Essa alteração nas regras sobre a tributação interestadual está prevista na Emenda Constitucional 87 de 2015:

Nas operações e prestações que destinem bens e serviços a consumidor final, contribuinte ou não do imposto, localizado em outro Estado, adotar-se-á a alíquota interestadual e caberá ao Estado de localização do destinatário o imposto correspondente à diferença entre a alíquota interna do Estado destinatário e a alíquota interestadual.

GNRE Nacional

A Sefaz PE ficou responsável por criar um portal que centraliza a emissão das guias e a arrecadação de 24 UFs – ficando de fora apenas Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo. Por isso, é possível acessar o Portal GNRE Online para emitir a GNRE, fazer consultas, tirar dúvidas ou acessar a legislação que versa sobre o assunto.

Porém, apesar de a emissão ser feita de forma centralizada, cada UF tem a liberdade para receber o pagamento em determinados bancos arrecadadores de GNRE. Veja abaixo cada UF e quais os bancos autorizados para recolher o tributo. Incluímos na lista também as UFs que não fazem parte do ambiente do Portal GNRE Online (SEFAZ-PE):

GNRE Acre – AC

Banco do Brasil

Banco Útil

GNRE Alagoas – AL

Banco do Brasil

Bradesco

Banco Útil

Banco Sicredi

Itaú

 

Bancoob

Santander

 

GNRE Amapá – AP

Banco do Brasil

Itaú

Banco Útil

Bradesco

Santander

 

GNRE Amazonas – AM

Bradesco

Itaú

Banco Útil

HSBC

Banco do Brasil

 

GNRE Bahia – BA

Banco Sicredi

Bradesco

Banco Útil

Bancoob

Itaú

 

Banco do Brasil

Santander

 

GNRE Ceará – CE

Banco do Brasil

Caixa Econômica Federal

Banco Útil

Bradesco

Itaú

Santander

GNRE Distrito Federal – DF

Santander

Itaú

Banco Útil

Banco do Brasil

Bradesco

 

GNRE Espírito Santos – ES

Banestes

Bradesco

Banco Útil

Banco do Brasil

Caixa Econômica Federal

Santander

Bancoob/Sicoob

Itaú-Unibanco

 

GNRE Goiás – GO

Banco do Brasil

Bradesco

Banco Útil

Banco Sicredi

Caixa Econômica Federal

Santander

Bancoob

Itaú

 

GNRE Maranhão – MA

Banco do Nordeste

Itaú

Banco Útil

Bancoob

Banco do Brasil

 

Bradesco

Santander

 

GNRE Mato Grosso – MT

Banco do Brasil

HSBC

Banco Útil

Bradesco

Itaú

Santander

GNRE Mato Grosso do Sul – MS

Banco do Brasil

Bradesco

Banco Útil

GNRE Minas Gerais – MG

Caixa Econômica Federal

Itaú

Banco Útil

Banco do Brasil

Bradesco

 

Santander

Mercantil do Brasil

 

GNRE Pará – PA

Banco do Brasil

Caixa Econômica Federal

Banco Útil

Bradesco

Itaú

 

GNRE Paraíba – PB

Banco do Brasil

Bradesco

Banco Útil

GNRE Paraná – PR

Banco Sicredi

Banco do Brasil

Banco Útil

Bradesco

Santander

Itaú

GNRE Pernambuco – PE

Banco do Brasil

Caixa Econômica Federal

Banco Útil

Bancoob

Itaú

 

Bradesco

Santander

 

GNRE Piauí – PI

Caixa Econômica Federal

Banco Útil

Bradesco

Banco do Brasil

GNRE Rio de Janeiro – RJ

Banco do Brasil

Santander

Banco Útil

Itaú

Bancoob

Bradesco

GNRE Rio Grande do Norte – RN

Itaú

Bradesco

Banco Útil

Santander

Banco do Brasil

 

GNRE Rio Grande do Sul – RS

Banco do Brasil

Itaú

Banco Útil

Banco Sicredi

Bradesco

 

Bancoob

Santander

 

GNRE Rondônia – RO

Bradesco

Banco Útil

Banco do Brasil

Itaú

GNRE Roraima – RR

Banco do Brasil

Bradesco

Banco Útil

GNRE Santa Catarina – SC

Ailos – Sistema de Cooperativas de Crédito

Banco Sicredi

Banco Útil

Banco do Brasil

Caixa Econômica Federal

Itaú

Bradesco

Banrisul

Santander

GNRE Sergipe – SE

Banco do Nordeste

Banco do Brasil

Banco Útil

Itaú

Santander

Bradesco

GNRE São Paulo – SP

Banco do Brasil

Caixa Econômica Federal

Banco Útil

Bradesco

Santander

Daycoval

Bancoob

Safra

Itaú

Rendimento

Citibank

Mercantil do Brasil

GNRE Tocantins – TO

Banco do Brasil

Banco Útil

Bradesco

Itaú

Tabela comparativa dos bancos arrecadadores de GNRE

Para facilitar a localização dos bancos arrecadadores de GNRE, preparamos uma tabela comparativa, entre os principais bancos do Brasil e cada UF.

A GNRE é uma guia estadual, o pagamento dela só pode ser feito em cada banco que a respectiva UF possua convênio. Ou seja, isso torna o processo para pagamento bem chato e oneroso, pois obriga diversas vezes o cliente ter que abrir conta em determinados bancos só para pagar os tributos.

O Banco Útil resolve isso, pois centraliza todos os pagamentos de tributos do cliente em um único portal, e o pagamento e o convênio passa então a ser de responsabilidade do BU.

Além disso, possui plano para pagamento 24/7 e compensação em 15 minutos. O que torna todo esse processo muito mais ágil, simples e seguro para o contribuinte.

Você já conhecia os bancos arrecadadores de GNRE? Quer simplificar os pagamentos da sua empresa com o Banco Útil? Visite nossa página e conheça nossos serviços.

CNPJ: 04.913.711/0001-08